Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

Um pequeno arrufo

Porque é que os condutores fumadores tem pudor em colocar a cinza dos seus cigarros no cinzeiro do carro e não o têm em encher os seus pulmões com o fumo?

Não, a sério, não se limitem a suspirar e encolher os ombros, eu sei que não estou a dizer nada de novo, mas pensem nisso mais do que 5 segundos...
música: The Shakes - I Want a Better Life
publicado por vmlf às 10:28
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

CONSTATAÇÃO DO DIA

UMA MEIA MENTIRA NÃO SERÁ NUNCA UMA MEIA VERDADE

publicado por anatcat às 10:25
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Janeiro de 2007

SOLIDARIEDADE

Para o R que adora Petit Gateaux...

 

publicado por anatcat às 16:14
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

CADAVAL

Não se viu lá neve este fim-de-semana.

Mas houve um aniversário importante.

Houve pessoas amigas e bem dispostas.

Houve um almoço muito agradável num restaurante igualmente agradável.

Houve um lanche-ajantarado que mais parecia um banquete.

E entre os repastos houve um concurso.

 

Mais uma vez, PARABÉNS R

publicado por anatcat às 10:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Janeiro de 2007

Verdade, verdadinha!

Se uma rapariga vos disser de repente que não tem tempo, nem paciência, nem disposição, para mesmo nada de nada... (nem mesmo para apanhar um vôo particular e directo para um mês de férias sem custos nas Maldivas), acreditem que não é nenhum impulso... é mesmo verdade!

publicado por anatcat às 11:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2007

And the oscar goes to...

79th Poster

Consta que todas as frases inseridas neste poster são de filmes nomeados para Melhor Filme e/ou Argumento entre 1936 e 2005, excepto uma.

Quem encontrasse a única frase pertencente a um filme não nomeado deveria ter direito a um oscar também. Nem que fosse de chocolate.

Quanto a mim, sempre adorei assistir a esta noite da glamourosa máquina hollywoodesca.

publicado por anatcat às 14:41
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Janeiro de 2007

A (relativa) beleza dos cacos

O viajante está sentado no meio do mato, enquanto olha para uma humilde casa a sua frente. (...) O seu dono, Gabriel, sonhou, em 1899, com um anjo que lhe dizia: "Constrói uma casa de cacos." Gabriel começou a coleccionar ladrilhos quebrados, pratos, bibelôts e jarras partidas. "Tudo caquinho transformado em beleza", dizia Gabriel do seu trabalho. (...) Aos 93 anos de idade, colocou o último caco de vidro. E morreu. O viajante acende um cigarro; fuma em silêncio. (...) Olha para os cacos, reflecte na sua própria existência.

Também ela - como a de qualquer pessoa - é feita de pedaços de tudo o que se passou. Mas, em determinado momento, estes fragmentos começam a tomar forma. E o viajante relembra um pouco do seu passado, vendo os papéis no seu colo. Ali estão pedaços da sua vida; situações que viveu, trechos de livros que recorda sempre, ensinamentos do seu mestre, histórias dos amigos, fábulas que algum dia lhe contaram. Ali estão reflexões sobre o seu tempo e sobre os sonhos da sua geração. Da mesma maneira que um homem sonhou com um anjo e construiu a casa que está diante dos seus olhos, ele tenta ordenar estes papéis - para compreender a sua própria construção espiritual.

"Maktub", Paulo Coelho


Tanto tempo já passou desde o inicio deste blog e, apesar de ter uma ideia do que o seu nome representava - o nome foi escolhido pela Ana -, ainda não tinha sido capaz de o descrever ou verbalizar da melhor maneira. Ao ler estas linhas do inicio do livro do Paulo Coelho, senti imediatamente que era exactamente isto, que aqui estava uma descrição perfeita do propósito deste blog. Acontece-me muitas vezes esta situação, sei para mim o significado, mas não sou capaz de o transmitir da melhor maneira aos outros e às vezes nem a mim próprio. Daí o meu espanto sempre que reconheço nas palavras fortuitas dos outros algo importante para mim.

Mas depois isto ficou a ruminar na minha cabeça desde ontem. Os "cacos" começaram a ter uma conotação negativa, de lixo, de restos sem utilidade, de material de recurso, de destroços. E isso eu já não quero, não quero que a minha existência seja apenas a tentativa de junção das lembranças das desgraças passadas na forma daquilo a que chamamos experiência. Quero acreditar que a experiência deve ser mais do que isso. Quero acreditar que os cacos fazem parte da vida, mas o principal são os materiais novos, em primeira mão, inteiros, acabados de sair da fábrica. Parece-me doentia esta ideia de ocupar uma vida a construir uma casa feita de cacos. Acho um esforço memorável se não existir outra maneira de o fazer, como forma de resistência às adversidades que a vida coloca no nosso caminho, mas a procura deliberada e obsessiva de cacos para acrescentar à estrutura da casa não me parece saudável. Às tantas, essa procura torna-se o objectivo único da vida e deixamos passar ao lado todas as outras coisas boas. No fim, pode resultar uma casa muito bonita para quem cá fica para a ver e admirar, mas o que é que dela retira a pessoa que passou todo o seu tempo a construi-la?

No entanto, isto já me parece uma deturpação do significado das palavras do autor provocada pelos meus receios e medos. Na realidade, a metáfora dos cacos diz apenas respeito aos fragmentos da nossa memória, às nossas recordações, que são bocados soltos da nossa vida. Não me parece que os pedaços da vida que o autor refere sejam apenas os destrutivos ou os maus momentos. E por isso, quero acreditar que sim, que construir catedrais a partir do entulho das nossas memórias, que partilhar as nossas reflexões pode ser uma experiência válida e positiva, um passo na compreensão do nosso edifício humano.
publicado por vmlf às 10:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Janeiro de 2007

PASSEIO

Este fds, eu e o ex...

 

Caminhando por e para parte incerta...

 

Ambiente: ...descontraído... ah! e tal e tal... e tudo e tudo... e isto e aquilo... e fiz assim e fiz assado...

 

EX: ... e pois... e o novo curso da Câmara Municipal de ****** e do Biodiesel e o camandro (camandro porque já não me recordo das coisas) e lições de ecologia (porque já as sabia mas que levo demasiado pouco á risca para meu gosto)... e tenho um amigo novo...

EU: Ah, sim?

EX: Sim, chama-se ****** e ele é ******* e trabalha na ******** e eu que nem aprecio homens acho que é bem parecido, por isso não vos vou apresentar!...

EU: HÃ?

EX: Sim, isso mesmo, porque o tipo tens olhos azuis/verdes/castanhos, é bem apessoado (dito da boca do ex, é mesmo!, porque o ex é um desportista nato, para além de campeão de ténis é licenciado em gestão do desporto... o que implica para além de saber de matemática e álgebra por obrigação é naturalmente esforçado, resistente e sabe de ortopedia e músculos e coisas que tais...)... por isso não vos vou apresentar!!

EU: Explicas?!?

EX: Não preciso, é o costume, vai-se apaixonar, e depois é sempre uma trabalheira e já não tenho QUE e NEM VOU passar por isso...

EU: OK (incrédula)

 

Fim do assunto

 

NOTA BEM: Nem eu nem o ex somos nada de extraordinário, apenas pessoas comuns, mas que isto é uma massagem para o ego de qualquer rapariga, lá isso é...

 

 

 

publicado por anatcat às 21:57
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2007

E porque este blog não é sempre significado de boas notícias...

IT REALLY IS

LAMENTO MUITO, MEUS CAROS.

publicado por anatcat às 11:40
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2007

É sexta-feira!

era só para saberem!!!!

 

sinto-me: wishing you a nice weekend
publicado por anatcat às 16:43
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 16 de Janeiro de 2007

para o vmlf que me ensinou a colocar música no blog

sinto-me: ...a recordar...
música: Suzanne Vega - The Queen And The Soldier
publicado por anatcat às 19:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

A sério que não!

Um dia da semana passada, ainda nem eram 9 horas da manhã e o vizinho de baixo toca freneticamente a campainha a dizer que estou a inundar a sua propriedade.

Verifica-se a situação.

Era verdade!

Pede-se a colaboração de uns técnicos de obras.

Chafurdam, partem, arracam e o diabo a sete perante o meu olhar incrédulo e eu já completamente lavada em lágrimas.

Sou expulsa da minha própria casa até remediarem a situação provisoriamente. Remedeiam.

Teme-se o pior.

O pior chega!

O orçamento não é ligeiro e mais... vão ter que estripar e esventrar o meu pequeno, frágil e doce ninho, snif, snif... snif, snif... snif, snif...

Buuuuuááááááááááááááááááááááá!!!!!!!!!

Eu não merecia isto!

A sério que não!
publicado por anatcat às 15:53
link do post | comentar | favorito
|

entretenimento

ando deliciada a devorar o conteúdo desta amorosa e liiiiiiinda "Shoe Box"

uma verdadeira preciosidade que o R num ataque de altruísmo ofereceu

(ás vezes tem-se muita sorte, sim sim, sim sim, são as 6 épocas todinhas!!!!)

publicado por anatcat às 14:44
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 12 de Janeiro de 2007

in blue

my home is sick, so also am I...

publicado por anatcat às 15:38
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2007

Playlist de hoje

[1981] Saxon - And The Bands Played On
Contemporâneos dos Iron Maiden, nunca tão famosos, nunca tão bons, tiveram alguns momentos.

[1997] The Gathering - Kevin's Telescope
Muitas mudanças ao longo dos tempos, uma das minhas bandas preferidas, voz feminina :)

[1988] Iron Maiden - Infinite Dreams
Uma das minhas músicas preferidas de Iron Maiden, não me lembro de alguma vez a ouvir ao vivo pelo que não deve ser muito popular; era uma altura em que podiam repetir os mesmo acordes minutos a fio que não nos cansavamos; hoje em dia já não é bem assim.

[1993] Paradise Lost - Widow
"Icon", excelente album, gosto da forma como os solos de guitarra são integrados na melodia da música fazendo com que a música inteira seja um grande solo.

[1996] Ugly Kid Joe - Would You Like To Be There
Depois do flop, um novo folego; parecia que estavam de volta aos velhos tempos, mas afinal não, acabaram pouco depois.

[2001] Amorphis - The Night Is Over
Para mim, uma das melhores bandas de Metal; música original, procura de novos caminhos ao longo da carreira, mas sem nunca perder o seu som caracteristico. Primeira banda metal underground - na altura - que eu comprei um CD.

[1992] Pantera - Mouth For War
Tiveram a sua altura, deixaram marcas e influencias, e este album foi um dos responsáveis. Ainda hoje sei muitas das letras de cor.

[1992] Black Sabbath - Tv Crimes
Clássicos num tempo já não clássico. Não conheço muito, infelizmente, esta música já a conhecia antes de a ouvir no CD, mas não me lembro de onde.

[1999] Sinergy - Beware The Heavens
Combinação perfeita para mim: a melodia e velocidade dos Children of Bodom com a voz feminina da Kimberly Goss, o melhor de dois mundos numa banda só.

[1986] Metallica - Welcome Home (Sanitarium)
Bons velhos tempos com um grande clássico, Master of Puppets é para mim o disco dos Metallica - os tempos actuais também são bons, mas não para os Metallica. Este último album parece-me o canto do cisne, uma última pérola, devem estar a acabar.

[1992] Mão Morta - Barcelona
Disco lendário para uma banda lendária, o Mutantes S.21 é um desfilar de canções cada uma melhor que a outra, mas para mim, Barcelona é o topo. Lisboa fica logo atrás.

[1997] Megadeth - Have Cool, Will Travel
Fase descendente da carreira, um dos meu albuns favoritos de Megadeth. Vão lá ouvir o Cryptic Writings por favor.

[1997] Body Count - My Way
Fenomeno explosivo, fama injusta, banda mais conhecida pela cor da pele que pela música? Não interessa, gosto.

[1995] Moonspell - An Erotic Alchemy
Melhor banda portuguesa de Metal de sempre, será que conseguem ser a melhor banda portuguesa no mundo? É dificil sobreviver e evoluir a partir de um disco de estreia tão bom, mas eles foram capazes. O ultimo registo é uma pérola de dificil digestão, mas vale a pena.

[1999] Gamma Ray - Send Me A Sign
Uma voz inconfundivel, um dos cérebros criativos dos Helloween nos seus melhores anos, não desilude. Não é inovador, mas é muito bem tocado e com melodias divinais.

[2000] Skyclad - Polkageist
Folk Metal? É isso mesmo, uns Pogues tocados em ritmo acelerado e com distorção. Album interessante mas só conheço este. Parece que hoje em dia não vão andando lá muito bem.

[2000] Guano Apes - Big In Japan
Grande cover por uma das bandas adoptadas por Portugal durante uns anos, até parecia que viviam cá tal foi a quantidade de concertos e de festivais em que tocaram cá. De repente, puff, desapareceram. O som gastou-se.

[1989] Heaven's Gate - In Control
Mais um excelente primeiro album, neste caso acho que nunca ultrapassado em qualquer um dos lançamentos posteriores. Power Metal clássico, daquele com voz irritante e que nos faz puxar pelo falsete - pelo menos a mim faz.


E assim se passou o dia, com música de peso de três décadas.
sinto-me: contente, com pena dos doentes
música: New Conection - Window Dummies
publicado por vmlf às 16:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

isto não está lá muito bem...

 

 

 

(assim andamos, eu e o R)

 

sinto-me: febril
publicado por anatcat às 10:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Janeiro de 2007

Ano novo, vida continua

Para este ano de 2007 estabeleci para mim três grandes projectos e um desejo. O desejo fica para mim, e no caso de se concretizar, eu depois partilho com vocês.

Quanto aos projectos, são eles:
  • Morar sozinho na minha casinha
  • Novo desafio profissional
  • Encontrar mais amigos
Tudo coisas simples portanto. E tão simples são, que um deles já estava alinhavado antes do ano antigo acabar, o outro revelou-se logo no primeiro dia de trabalho do novo ano e o outro, bem o outro ... não é assim tão simples...

Morar sozinho é coisa que está por umas semanas. Já começo a pensar no que vou ter que comprar para criar condições de habitabilidade lá em casa depois de ir tudo embora.

Novo desafio profissional tenho eu desde ontem, quando iniciei as minhas novas funções no trabalho antigo - não estava à espera, pensava que ia ser num novo emprego, mas o ano ainda vai no inicio.

Fazer amizades, bem esse é realmente mais complicado. Por isso deixo aqui o apelo, se me estão a ler e são gajas giras, deixem os vossos contactos. Ok, ok, estou a brincar, também podem ser gajas assim-assim ou relativamente feias. Não, agora a sério, pode ser qualquer pessoa humana. Ou então, em alternativa, podem partilhar comigo os vossos planos para este ano novo.
publicado por vmlf às 10:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 9 de Janeiro de 2007

trópico de capricórnio

 

 

publicado por anatcat às 10:05
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Domingo, 7 de Janeiro de 2007

Garganeiro

Isto para mim seria ser garganeiro...
Esta é uma joke tão private que me arrisco a ser o único a percebe-la!

sinto-me: a pensar no futuro
música: Gnarls Barkley - Smiley Faces
publicado por vmlf às 19:02
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 6 de Janeiro de 2007

Potênciais escondidos

Este meu bonsai não desiste e eu acho muito bem - não quero que ele desista, nunca. Quando achamos que chegámos a um ponto onde não conseguimos ir mais além, damos por nós a transcendermo-nos. Só não podemos é estar sempre a chegar a esse ponto. Mas agora já sei cuidar melhor dele. E de mim.



publicado por vmlf às 13:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. every body needs a good.....

. :)

. my romeo must be dead

. strike a pose, just not t...

. apeteceu-me, amanhã será ...

. Juliet...

. a cena... é só até aos 42...

. surpresa! (memory lane)

. lisbon@weekends

. music@last weekend - Azev...

. movies@weekend

. ...

. o poder da música, para c...

. I'm alive

. quero um cão

. compras da feira

. @saturday + @sunday

. intermitências da morte (...

. Quem tem um acabadinho de...

. ...

.arquivos

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.links

.Visitas


Ver Visitantes

.subscrever feeds