Sábado, 23 de Dezembro de 2006

Leonardo Da Vinci: Experience, Experiment and Design

"If man's construction should appear of marvellous artifice, remember that it is nothing compared to the soul that inhabits such architecture, and truly, be it what it may, it is a divine thing."

"Among all the studies of natural causes and reasons, light most delights its contemplators; among the great things of mathematics, the certainty of its demonstrations most illustruously elevates the minds of its investigators."

Estas são frases retiradas das projecções presentes na exposição dedicada a Leonardo da Vinci no Victoria and Albert Museum em Londres. É uma exposição simples, uma sala pequena, talvez uns 5 por 10 metros, com expositores contendo páginas dos seus diários.

Contudo, esta simplicidade desarmante não evita que tenha sentido uma profunda admiração e extase ao entrar naquela sala e ver ao vivo e a cores - bem, não muitas cores, que é tudo rascunhos a tinta - textos e desenhos com 500 anos. Provavelmente não havia ali nada de novo, nada que não possa ser consultado através da internet, mas a visão efectiva de uma coisa altera completamente a minha percepção dela. Fiquei maravilhado e percebia-se que não era o único.

É curioso a forma como Leonardo rabiscava os seus cadernos, a mistura de ideias e conceitos na mesma página, como começava por desenhar e escrever sobre uma coisa e quando se dá por ela, já está a relacionar isso com outra ideia. Por exemplo, o desenho da cabeça de um cavalo com os seus dentes à mostra em que depois ainda inclui a cabeça de um leão e depois mais em baixo na folha a cabeça de um ser humano - tudo isto porque provavelmente os achou as suas expressões parecidas ou comparáveis. Ou os desenhos de cursos de água que eram feitos com recurso a formas e linhas iguais às do desenho de cabelos. Outro desenho é um estudo para uma escada em caracol com corrimão incorporado que me fez lembrar a forma das hélices do ADN.

A excelência do traço e do sombreado que Leonardo usava nos seus desenhos é assombrosa. Todos tem uma expressão, um movimento, uma energia espantosa. E isto em folhas de diários, não são propriamente desenhos cuidadosamente preparados e elaborados.

No fim, ainda me virei mais alguns segundos para a sala e custou-me um bocado a sair. Senti que havia ali qualquer coisa de especial.

Não conheço grande coisa sobre a vida de Leonardo da Vinci. Sei alguns factos básicos, mas é tudo um bocado desconexo e solto. Não sou capaz de resumir os seus feitos numas quantas palavras. Se me contarem qualquer coisa que tenha feito até sou capaz de me lembrar que o sabia, mas à partida não seria capaz de me lembrar.

Tudo isto não me impediu de ver esta exposição e de me sentir privilegiado por lá ter estado, sinto que agora sei mais sobre este homem, este génio. Facto curioso que descobri agora, Leonardo era canhoto.
sinto-me: constipado
música: Simon V feat. Shoot the Kitten - Where are you going
publicado por vmlf às 08:56
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Rui a 28 de Dezembro de 2006 às 14:38
E sobre o código não havia nenhuma pista?

;-)
De vmlf a 28 de Dezembro de 2006 às 14:44
qual código?
De Rui a 28 de Dezembro de 2006 às 15:10
O Código Da Vinci.

;-)
De vmlf a 28 de Dezembro de 2006 às 15:30
Deixa-te disso, estou a falar de Da Vinci a sério, o homem do renascimento, não uma fantasia inventada por um escritor qualquer...
De anatcat a 29 de Dezembro de 2006 às 15:01
vmfl:
o que descreves faz-me apetecer apanhar um avião directo a Londres e depois um taxi directo ao Victoria and Albert Museum, caminhar até e por esta exposição... e depois tragá-la como o cigarro que finalizaria o chá das 17h.
bjs

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31

.posts recentes

. every body needs a good.....

. :)

. my romeo must be dead

. strike a pose, just not t...

. apeteceu-me, amanhã será ...

. Juliet...

. a cena... é só até aos 42...

. surpresa! (memory lane)

. lisbon@weekends

. music@last weekend - Azev...

. movies@weekend

. ...

. o poder da música, para c...

. I'm alive

. quero um cão

. compras da feira

. @saturday + @sunday

. intermitências da morte (...

. Quem tem um acabadinho de...

. ...

.arquivos

. Julho 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Novembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.links

.Visitas


Ver Visitantes

.subscrever feeds